23 de julho de 2010

7th Sea: Prévia da Tradução

Salve, geral!

Bom, a tradução de 7th Sea não anda exatamente de vento em popa. Algumas palavras têm tido dificuldade especial. Principalmente os gentílicos pátrios. Pelo menos até agora, os nomes dos países seguem inalterados. Mas, quem vem de Vendel é vendeliano, quem vem de Ussurra é ussurrano e quem nasce em Montaigne é montainês, e assim por diante (castílio, avaloniano)... Creio que apenas o gentílico de Vodacce tenha ficado vodacce mesmo (porque eu achei sinceramente que vodaciano feio de doer).

Aí está um preview do capítulo "Introdução" do livro, as primeiras 20 páginas (que ainda serão numeradas. Coisa que não fiz ainda porque precisaria arrumar o índice), já com as ilustrações que estariam presentes. As imagens coloridas (capas dos nationbooks) também já estão sendo trabalhadas. Vai dar um trabalho no Photoshop isolar apenas a imagem, tirar a caixa de texto e colocar uma nova com o texto traduzido, mas, no fundo, é só um processo mecânico de edição.

PS.: A capa da versão é esta que está aqui no post. A que está no preview pode parecer igual, mas tá bem menos trabalhada


Prévia da Tradução de 7th Sea/7º Mar

18 comentários :

  1. Aeeeee! Eu sabia que era o 7th sea. Valeu Hayashi... como você consegue traduzir tanta coisa sozinho????

    ResponderExcluir
  2. Só mais uma pergunta: que programa você usa pra fazer a diagramação?

    ResponderExcluir
  3. Bom, tempo vago ajuda bastante pra qtde de texto... XD

    Eu uso, pasmem, o Word 2007. Só q o q todo mundo manda fazer no Pagemaker (q eu odeio, aliás), é só fazer as figuras ficarem organicamente organizadas nos textos (ex.: As figuras q se inserem no meio da página em Freedom City, ou o "casal demonstrativo" de cada nação de 7th Sea). A saber, basta gravá-las com as devidas transparências no Photoshop no formato PNG e inseri-las no Word. Feito isso, é só ajustar o layout para "Próximo" ou alguma coisa assim.

    ResponderExcluir
  4. Valeu pela dica... vou tentar conseguir essa mesma formatação com algumas coisas que tenho escrito.

    ResponderExcluir
  5. Word 2007 e o PODER, fasso minhas adaptações e traduções nele tbm, acho pefeito. Mais mudando de assunto, esse livro Hayashi e um sistema ou um mundo, se for um mundo de q sistema ele eh?

    ResponderExcluir
  6. Pagemaker sucks. Sério. Fiz curso desse programa que acho q nunca vou usar na vida. Pq o Word faz tudo q ele faz, mais rápido e com mais charme.

    Bom, 7th Sea/7º Mar (esse nome não vai pegar fácil) ocorre no mundo de Théah, algo MUITO parecido com a Europa dos sécs. XV-XVIII, com países carismáticos, muita intriga, magia sutil e muito swashbuckling, salvando princesas raptadas por bandidos contratadas por um tio/mordomo malvadão ou caçando tesouros pelos seis mares. Sério, pq, sinceramente, ninguém com um pingo de sã consciência entra no sétimo.

    O sistema usa o R&K de L5R, mas com uma abordagem um pouco diferente, que deixa os combates mais cinematográficos e menos mortais do q em Rokugan. Os combates lembram mesmo aquelas lutas de esgrima dos filmes dos Mosqueteiros/Conde Monte Cristo/Piratas do Caribe com trocentos golpes sendo defletidos direto com charmosos passos e acrobacias se intercalando. A ficha é uma cópia discarada do ST, com bolinhas e tudo mais.

    ResponderExcluir
  7. a ok, neste livro que vc esta traduzindo hayashi descreve todo o mundo?

    ResponderExcluir
  8. Pelo menos o principal dele. Bom, nenhum livro de L5R descreve o "planeta" todo em que Rokugan se instala. Da mesma maneira, 7th Sea - Player's Guide/Master's Guide descrevem só o continente de Théah e pincelam algumas coisas sobre o Império Crescente (algo parecido com a Arábia) e Kathay (que tb não faço idéia do que venha a ser).

    Pode parecer tentador anexar os dois mundos, mas a AEG já disse q Théah não fica no mesmo "planeta"/"plano dimensional" q Rokugan.

    ResponderExcluir
  9. Os tomos publicados pela AEG são realmente muito bons, e é uma pena que não estejam disponíveis no Brasil. De qualquer forma, parabéns por teu ótimo espaço, e se desejares uma parceria com os Salões de Valhalla, basta me avisar.

    ResponderExcluir
  10. Sou suspeito pra falar pq sempre fui garoto propaganda da AEG. Pra quem ainda não notou, sou fãzaraço de L5R, adoro Spycraft, e 7th... Bom, gostaria sinceramente que ele tivesse dado certo. Não deu... Fazer o q, né? Tentar ressuscitá-lo como a Comunidade do Orkut de 7th Sea falhou em fazê-lo como eu to fazendo agora.

    Tamo lá, Odin!

    Sinceramente, eu acho esse blog meio vazio de vez em qdo. Faltam seguidores, faltam outros blogs em parceria... Mas, acho que pro tempo que ele tem, ele tem crescido bastante até.

    ResponderExcluir
  11. Ia até pedir desculpas pelo double post mas lembrei q o blog é meu mesmo. XD

    Odin, o banner tá aqui já. É uma honra ter vc como parceiro.

    Força e honra, companheiro! Mas, sincero. Me sinto até tolo em desejar o que vc já tem de sobra. XD

    ResponderExcluir
  12. Eu é q agradeço, Hélio. Sinta-se à vontade pra voltar mais vezes e comentar mais também.

    A AEG nunca chegou a dizer isso abertamente, provavelmente pra evitar que os jogadores desanimassem com a idéia, mas Rokugan e Théah provavelmente não compartilham o mesmo planeta. Mesmo assim, a idéia é muito tentadora. Já mestrei um PbF assim e foi bem legal.

    ResponderExcluir
  13. oi... estou muito interessado nas traduções de 7th sea, e eu trabalho com diagramação, entaum, se vc quizer uma ajuda, me manda um e-mail...

    herbart_jr@hotmail.com.

    ResponderExcluir
  14. Prezado Hayashi, entro em contato para saber como está indo sua tradução. Estou fazendo um trabalho paralelo e notei que alguns de nossos termos coincidem, outros divergem. Poderíamos trocar algumas experiências, pois percebo que você tem algumas dicas a me dar, e eu, por meu turno, posso lhe fornecer algumas informações interessantes. Se quiser conferir alguns de meus trabalhos acesse www.jogadoresdepapel.multiply.com.
    Pretendo dar continuidade à tradução a partir dessa semana que se inicia. Até mais.

    Bravos

    ResponderExcluir
  15. Bom, a tradução de 7th está totalmente parada no momento. Não sei se vou retomá-la. No momento, tenho outros projetos.

    ResponderExcluir
  16. Muito bem. Então os Jogadores de Papel darão prosseguimento ao seu projeto de realizar uma versão traduzida do livro, caso não se importe em tratarmos do mesmo jogo. Abraços

    ResponderExcluir
  17. Por mim, tudo ótimo. Ao que me consta, a tradução de 7th me consta como "desistida por tempo indefinido". Com tanta coisa nas minhas costas, tem sido difícil encontrar ânimo pra retomá-la.

    Boa sorte e que Theus abençoe os jogadores de papel nessa empreitada!

    ResponderExcluir

Leia Também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...